GESTÃO DA DOENÇAINSUFICIÊNCIA CARDÍACA

Quando falar com o seu médico este documento contém informação que o pode ajudar a orientar a sua conversa

Quando falar com o seu médico este documento contém informação que o pode ajudar a orientar a sua conversa

Conheça as opções para o manejo da doença


Informe-se junto do seu médico para tomar as melhores decisões


1DETETAR


Durante o exame de ECG, são colocados elétrodos (sensores) no peito e, por vezes, nos membros para detetar a atividade elétrica do coração. Um ECG deteta a atividade elétrica do coração, medindo largura e amplitude das fases elétricas de cada batimento cardíaco, permitindo identificar e registar a presença de arritmias e alterações na condução dos impulsos cardíacos.

Os exames médicos de rotina permitirão ao seu médico acompanhar de perto o seu estado de saúde e estabelecer um diagnóstico precoce de insuficiência cardíaca.

Com base no tratamento que o seu médico está a considerar, poderá ter de realizar um ecocardiograma para avaliar a dimensão do seu coração e verificar o respetivo funcionamento. Este exame também permite determinar a fração de ejeção do ventrículo esquerdo. Isto refere-se à capacidade do ventrículo esquerdo de bombear adequadamente o sangue para todo o corpo a cada batimento cardíaco.

A fração de ejeção do ventrículo esquerdo (FEVE) é a percentagem de sangue que é bombeado do coração para o corpo a cada batimento cardíaco. Com base no valor da fração de ejeção, o médico determinará até que ponto o seu coração está a funcionar bem como uma bomba.

Como se mede a fração de ejeção (FE)?

A forma mais comum de avaliar a fração de ejeção (FE) é através de um ecocardiograma. Este exame é realizado regularmente no consultório médico ou numa área de exames de diagnóstico do hospital.

O valor da fração de ejeção (FE) poderá sofrer alterações ao longo do tempo, por isso, é importante que seja avaliada com regularidade pelo seu médico e que este determine a necessidade de a avaliar.

Tabela de intervalos de FE típicos:

50–75%

A capacidade de bombeamento do coração é

NORMAL

36–49%

A capacidade de bombeamento do coração se

REDUZIDA

35% y menos

A capacidade de bombeamento do coração é

BAIXA

As pessoas que têm uma fração de ejeção (FE) baixa, igual ou inferior a 35%, correm um risco acrescido de sofrerem de paragem cardíaca súbita (PCS) ou morte cardíaca súbita.

Um coração saudável tem uma FE entre 50% e 75%. Isto indica que o coração está a bombear adequadamente o sangue e consegue fornecer a quantidade suficiente de sangue oxigenado ao corpo e ao cérebro. Mesmo um coração saudável não bombeia 100% do sangue para fora do coração durante cada batimento, fica sempre algum sangue no coração.

Pode determinar a velocidade a que o seu coração bate medindo a pulsação. Se identificar que a sua pulsação é irregular ou lenta, consulte um médico.

Vire uma mão ficando com a palma para cima. Coloque suavemente o indicador e o dedo médio da sua mão oposta na parte interna do pulso por baixo da base do polegar. Se conseguir sentir o seu batimento cardíaco, então a posição está correta. Conte o número total de batimentos cardíacos durante 1 minuto (ou 30 segundos e multiplique depois esse número por 2).

Também pode medir a pulsação no pescoço, usando sempre os mesmos dedos e realizando o processo de forma semelhante ao anterior.

2REDUZIR


Caso sofra de insuficiência cardíaca, poderá ser elegível para um dispositivo cardíaco implantável designado por dispositivo de terapia de ressincronização cardíaca (CRT). Cumpre 3 funções:

Se o seu médico determinar que sofre de insuficiência cardíaca, que a mesma está a progredir e que não apresenta melhorias com a medicação prescrita, poderá ser elegível para um dispositivo de CRT.

O dispositivo é programado com alguns parâmetros específicos determinados pelo seu médico tendo em consideração a sua condição específica, de modo a ajudar a corrigir batimentos cardíacos descoordenados (ou dessincronizados) e ineficazes.

Este dispositivo permitirá ao médico controlar melhor a sua doença e otimizar o tratamento para controlar a insuficiência cardíaca. A tecnologia atual permite ao médico controlar e ajustar o seu pacemaker de acordo com a sua patologia específica.

3RESPONDER


Um dispositivo de terapia de ressincronização cardíaca (CRT) é implantado sob a pele e administra terapias para tratar ritmos rápidos e irregulares.

Cumpre 3 funções:

Administra terapias para tratar ritmos cardíacos irregulares, bloqueados ou lentos.

Monitoriza de forma contínua o coração e administra automaticamente terapias para corrigir ritmos cardíacos rápidos.

O dispositivo administra terapias para coordenar o bombeamento do coração e fornece tratamento para ritmos cardíacos rápidos, irregulares ou lentos.

O procedimento de implante não requer cirurgia de coração aberto e a maioria das pessoas regressa às suas casas em menos de 24 horas.

4TRATAR


O procedimento de implante não requer cirurgia de coração aberto e a maioria das pessoas regressa às suas casas em menos de 24 horas.

  • Mantenha uma dieta saudável: Coma fruta e vegetais, alimentos ricos em fibra, carnes magras, peixe e gorduras não saturadas, como azeite. Reduza o consumo de bebidas que contenham álcool e cafeína.
  • Faça exercício regularmente: Deve tentar fazer atividades físicas todos os dias durante, pelo menos, meia hora.
  • Maneje os seus níveis de estresse.
  • Evite hábitos nocivos, como fumar.
  • Controle a pressão arterial regularmente: Se tiver uma pressão arterial elevada, siga as ordens do médico e tome todos os medicamentos prescritos conforme indicado.
  • Controle o colesterol: Verifique os níveis do colesterol com regularidade. Coma menos alimentos ricos em colesterol e, se necessário, tome medicamentos para baixar o colesterol, conforme prescritos pelo médico.
  • Faça a gestão dos seus níveis de stress: Reduza o stress o máximo possível. Use técnicas saudáveis para gerir o stress, como relaxamento muscular, respiração profunda e exercício físico.
  • Trate a apneia do sono e distúrbios da tiroide: Se sofrer de apneia do sono ou de algum distúrbio da tiroide, é importante que visite um médico para receber tratamento adequado.

São usados diferentes tipos de medicamentos para tratar a insuficiência cardíaca. O seu médico poderá prescrever uma combinação de medicamentos (bloqueadores beta, anticoagulantes e diuréticos, entre outros) para controlar a progressão da doença.

Se a sua insuficiência cardíaca for causada por uma válvula cardíaca que não está a funcionar devidamente ou que fica em pior estado devido a esta situação, o seu médico poderá considerar a cirurgia cardíaca para reparar ou substituir a válvula. Se a insuficiência cardíaca for grave e irreversível, o seu médico poderá considerar o implante de um dispositivo de assistência ventricular ou uma cirurgia de transplante de coração.

Verifique com seu médico quais são suas opções de tratamento.

Recomendamos que mantenha uma comunicação próxima com o seu médico para monitorar a sua condição e verificar se os tratamentos estão funcionando adequadamente, ou se apresenta sintomas ou efeitos secundários.

Busque ajuda caso apresente alguma emergência. Entre em contato com o seu médico de imediato se a frequência cardíaca for mais lenta que o normal, se sentir que vai desmaiar ou se perceber que tem falta de ar.

Compartilha Esta Informação:

Quando falar com o seu médico este documento contém informação que o pode ajudar a orientar a sua conversa

Quando falar com o seu médico este documento contém informação que o pode ajudar a orientar a sua conversa

As informações contidas neste site não constituem um aconselhamento médico.

Última atualização de Março de 2021


Siga-nos

ESCREVA-NOS


TERMOS E CONDIÇÕES

As informações contidas neste site não constituem um aconselhamento médico. Consulte o seu médico para informações de diagnóstico e tratamento.